quarta-feira, 2 de março de 2011

é brega? talvez seja. essa é pra você que me "vê".

Eu tenho medo quando você me vê. quando você me olha. você me olha de um jeito, um jeito que me fere. um jeito que é só seu. eu não tenho como escapar.
eu tento, eu procuro me esconder. eu quero ficar com as minhas roupas. quando eu te vejo, nesse exato momento em que eu te vejo, você tira as minhas roupas. eu fico, eu sei que fico, porque eu sinto, eu olho e vejo "eu tô pelada".
e eu quero ter medo, eu só quero que você não me olhe. não olhe pra mim. não olhe pra mim. não olhe pra mim. não posso fugir. eu não posso fugir. e eu te olho. eu te vejo. o teu olho, o meu olho. o meu corpo nu, ali, na tua frente. agora eu quero que você repare em mim. no meu corpo pelado, na minha fragilidade que se transforma em força, na minha voz. olhe pra mim. só pra mim. eu me entrego pra você no exato momento em que eu sei que não posso mais voltar, eu não posso mais parar, eu só posso ir, só posso se você me vê, assim...nua, tua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário